Previdência complementar ainda é desconhecida entre empresas e pessoas físicas, aponta CONARH 2018

Pela a primeira vez, a Fundação Viva de Previdência participou do Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH). O que mais chamou a atenção na 44ª edição de um dos maiores eventos sobre gestão de pessoas do mundo foi a falta de conhecimento entre empresas e pessoas físicas sobre previdência complementar.  Mais de 20 mil pessoas prestigiaram o CONARH 2018, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Brasil). Com o tema “Protagonistas da Transformação”, o evento contou com uma grande diversidade de temas, com as 180 empresas que participaram como patrocinadoras ou expositoras, além de palestras apresentadas por especialistas do Brasil e do exterior. O congresso aconteceu de 14 a 16 de agosto, em São Paulo.

Nessa edição do CONARH, apenas a Viva e a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) representaram o segmento previdenciário. Um dos maiores desafios para o setor é conscientizar a população e implantar na cultura brasileira que a educação financeira e previdenciária é o caminho mais seguro para concretizar projetos de vida. Ao longo dos três dias de evento, mais de 500 pessoas passaram pelo estande da Fundação. Não só empresários, mas também pessoas físicas tiveram a oportunidade de descobrir que a previdência complementar fechada é um benefício que proporciona valorização aos funcionários, além de ser a forma mais eficiente para qualquer empresa alcançar os melhores resultados, levando mais retorno aos negócios do que os benefícios convencionais.

Quem passou pelo estande da Viva, pode receber consultorias gratuitas, voltadas para empresas, para demonstrar como valorizar seus funcionários e contribuir para um futuro com qualidade de vida. Para a presidente do Conselho Deliberativo da Fundação, Ana Luísa Dal Lago, o evento foi uma ótima oportunidade para a Viva, mas ela se surpreendeu com a falta de conhecimento de empresas e pessoas em relação à previdência complementar fechada.

“Achei o CONARH um evento magnífico. É fantástico e ao mesmo tempo é triste ver o desconhecimento que as empresas e as pessoas que passaram por lá têm sobre previdência complementar fechada. Então, foi um momento e é um espaço que eu acho admirável para a gente abordar o assunto. Tivemos inúmeras pessoas que vieram aqui buscar, ver e conhecer a Viva, pois não sabiam o que era, não conhecem a previdência complementar fechada. Foi uma ótima oportunidade para nos apresentarmos”, avaliou Ana Luísa.

ATRAÇÃO

A Viva levou o caricaturista Daniel Sato como atração do estande. O artista fez muito sucesso, desenhou cerca de 300 pessoas durantes todo o evento. As caricaturas podem ser conferidas no Facebook da Fundação. Clique aqui.

A próxima edição do CONARH já está marcada. Será de 13 a 15 de agosto de 2019, na São Paulo Expo.

 

Compartilhe este artigo:

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

X